sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Olho vivo e faro fino!!! Muito bom ...


Sempre procurei uma receita de creme de leite vegetal e todas as que achei utilizavam a gordura vegetal hidrogenada. Bom .... saí do leite e entro nessa gordura maléfica? pensei eu, nem pensar.

Pesquisando sobre leites vegetais para um artigo que quero escrever sobre o assunto, encontrei o Blog Cozinha Natureba comandado por Vera Falcão, que além de jornalista, escritora, cantora, professora de música ainda é pesquisadora de temas relacionados à alimentação natural e à manutenção da saúde com procedimentos não-invasivos. Não é que ela tinha não só a dica sobre creme de leite vegetal como também uma outra série de informações interessantes? Que bom Vera, parabéns por sua visão mais apurada.

O título era esse mesmo: Olho vivo e faro fino!!!

1) Gordura trans disfarçada
- A gordura trans (hidrogenada) ainda encontra-se nos alimentos industrializados, só que com um nome diferente: gordura interesterificada, ou em bom português: gordura parcialmente hidrogenada.

2) Mais disfarces: fontes "camufladas" de glutamato monossódico aparecem nos rótulos dos alimentos com outras denominações:
* proteína hidrolisada
* levedo (ou levedura) autolizado
* caseinato de sódio
* caseinato de cálcio

3) Já falamos muito aqui no blog que consumir a semente de linhaça inteira não nos traz benefícios; literalmente, ela entra e sai, sem dizer a que veio! Ou ela tem que ser germinada(colocada de molho na água) ou triturada e consumida na hora (nada de guardar pra depois). Por isso, não adianta comprar granola, pães, biscoitos, bolos e outros alimentos "beneficiados" com sementes de linhaça... Mais dicas sobre a linhaça e seu consumo aqui!

4) Traços de leite: Você já deve ter lido essa expressão em algum rótulo de produto industrializado, principalmente chocolates e biscoitos; o que ela significa?
"Os traços de leite são, na maioria das vezes, uma “contaminação” do produto, que passou por uma máquina onde foram fabricados produtos com leite ou derivados.
Assim, eles acabam adquirindo quantidades mínimas desses ingredientes durante a fabricação. Esse é um caso comum na fabricação de chocolates. Muitos chocolates que não contém leite passam pelas mesmas máquinas de produção dos chocolates ao leite, o que faz com que eles acabem recebendo micro quantidades de leite, ou seja, tenham traços de leite." (Fonte: Vista-se)
Pessoas com baixa tolerância à lactose podem ingerir esses traços, mas os alérgicos ao leite, não. Penso que aqueles que optaram por não consumir leite, principalmente os veganos, não deveriam consumir produtos com traços dele: Traços: pegadas que a dor dos animais deixa nos alimentos.
5) Quase todos creme vegetal ou margarina contém leite, o que é um paradoxo, já que eles foram criados para quem não quer consumir manteiga... Aliás, você já conhece a fórmula da margarina?
6) O creme de soja foi criado pela indústria como opção para o consumo do creme de leite. Além de ter um gosto intragável e extremamente artificial, tem (ainda!) gordura vegetal hidrogenada (a venenosa GVH) como componente da fórmula: Ingredientes: Água, gordura vegetal hidrogenada, proteína isolada de soja, maltodextrina, amido modificado, cloreto de sódio (sal), mistura de espessantes e estabilizantes (amido modificado, estabilizantes carboximetilcelulose sódica, carragena e espessantes goma guar e mono e diglicerídeos de ácidos graxos), aromatizante e corante natural urucum. NÃO CONTÉM GLÚTEN. (Fonte: site da BATAVO).
Para fazê-lo, basta engrossar o leite vegetal de sua preferência, aumentando a quantidade de sólidos na receita (castanhas, amêndoas, aveia etc) e, se desejar que fique mais encorpado ainda, adicionando uma colherinha de agar-agar e outra de azeite de oliva. Escolha uma receita de leite vegetal aqui e faça o creme em sua cozinha!

Um comentário:

  1. Interessante...
    Sabe o que eu pesno?
    Tem muito vegetariano hipocrita por aí, que não come nada que venha dos animais e usa shampoos que contem chifres de boi se não me engano e várias outras coisas...
    Do mesmo modo, acho que tem muita camuflação e falta de opção pra quem realmente não pode, ou não quer comer certos tipos de alimentos que são "normais" por aí..
    a lactose, o açúcar, a gordura são um desses exemplos...
    Muito bom esse texto daVera, bem explicativo

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...