Quem mexeu no meu requeijão?

Do Blog Coletivo Verde por Nadia Cozzi
07/08/2015

A história do requeijão no Brasil começa com a chegada das primeiras famílias portuguesas ao País. Era comum o ritual do chá colonial servido nas casas dos coronéis e havia uma espécie de disputa para saber qual seria o melhor, incentivando assim novas receitas. O requeijão surgiu para aproveitar o leite excedente, já que não havia geladeira.

O requeijão cremoso, variedade mais difundida devido à produção industrial, é um laticínio pastoso, de cor branca, feito originariamente de leite desnatado e creme de leite fresco, conforme seu criador Moacyr de Carvalho Dias em Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais. É normalmente comercializado em copos de vidro ou plástico.

Mas será que é mesmo só leite e creme de leite que encontramos no requeijão cremoso que habita nossas mesas e nossos cafés da manhã? Vamos dar uma olhada?
O que tem no requeijão?














Como vocês puderam ver, tem muita coisa mexida no meu requeijão, quanto aditivo químico,não é mesmo? E que tal uma receitinha caseira de liquidificador, fácil, saborosa e mais saudável que qualquer industrializado?
Requeijão Caseiro:

Ingredientes:
½ litro de leite A
1 colher de sopa de suco de limão
1 pedaço de queijo branco
2 colheres de sopa de manteiga

Modo de preparar:
Ferver o leite. Quando ferver desligar e colocar o limão.O leite vai talhar… Deixar descansar tampado por 6 horas aproximadamente.

Depois desse tempo, escorrer um pouco o soro. Bater no liquidificador o leite que talhou, um pedaço de queijo e 2 colheres de sopa de manteiga e sal a gosto. Bater até ficar cremoso. 

Para dar a consistência mais firme é só ir adicionando mais queijo minas. Se ficar muito grosso é só colocar um pouco mais de soro. Tempo de duração: 7 dias na geladeira. 
>>>>> Fonte: Blog As Delícias do Dudu.

Qual o produto industrializado que você adoraria ter a receita?

Artigos Relacionados





Comentários

Postagens mais visitadas