Fazendo pão, trocando saberes e descobrindo sabores.

Hoje tive uma tarde muito gostosa com a minha hiper, super, mega, blaster nutricionista funcional Lucilene Andrade. Desde o primeiro dia que nos encontramos lá no Mundo Verde da Rua Cotovia, a empatia foi imediata e de lá pra cá estamos sempre trocando informações.

Pois não é que chegamos a conclusão que vamos escrever um livro juntas sobre alimentação (ih... era segredo...Não contem nada pra ninguém, tá?) e hoje foi nossa primeira reunião de pauta.

Conversa vai, conversa vem, horas  e horas se passaram e resolvemos trocar os ingredientes do Pão da Hora que tem aqui no Blog por outros livres de glúten e lactose. E papum fomos nós para a cozinha.

Uma delícia gente, parecia aquelas cozinhas onde as mulheres se reuniam antigamente para conversar e preparar os quitutes da família. Enquanto o pão crescia comemos o queijo de amêndoas que ainda não coloquei a receita aqui no site porque estava em experimentação.Novidade ... foi aprovado!

Uma hora depois estava lá o pão no forno e duas pessoas altamente ansiosas para saber o resultado.

Olha a mãezona coruja fotografando a cria, rsss.  Comemos com manteiga, com geléia e com o queijinho de amêndoas que faço aproveitando a massa que sobra do leite, esse no fim foi nosso almoço com uma deliciosa saladinha de frutas.


A receita rendeu 2 pães médios, fofinhos, saborosos e sem parecer em nada com aqueles pães sem glúten sem graça, esfarelentos. Olha ele aqui inteirinho:





A  receitinha está aqui para vocês:


Pão da hora só que não!

Ingredientes: 
250 ml de leite amêndoas
200 ml de água 
3 colheres de sopa de linhaça  batidas no liquidificador com 150ml de água
3 colheres de sopa de fermento biológico seco
¼  xícara de azeite extra virgem
2 colheres de sopa de amaranto
1 colheres sopa açúcar mascavo

Bata no liquidificador todos os ingredientes menos as farinhas. Numa tigela coloque 300 gr de farinha de quinua, 250 gr  far de arroz, 1 colher de sopa de amaranto e 2 colheres de sopa de polvilho doce. Vá despejando e misturando aos pouquinhos a mistura do liquidificador. A massa fica molinha assim como um bolo. Despeje em duas formas tipo pão de forma untadas com azeite e enfarinhadas com farinha de arroz.  Se tiver salpique com quinua vermelha que fica essa casquinha crocantinha.  Deixe os pães descansarem por 40 minutos. Depois leve ao forno já quente até que ao espetar um palitinho ele saia seco. Deixe esfriar para tirar da forma.

Se não gostar do gostinho da quinua pode trocar por farinha de grão de bico ou fécula de batata.




Comentários

Postagens mais visitadas