Nutricionista e chef do RS dão dicas de alimentação na primavera; confira

Fonte: G1
Frutas e legumes da estação são mais ricos em líquido, diz nutricionista.
Chef mostra preparo da receita de rolinho de abobrinha com espinafre.

Chef prepara receita com ingredientes da primavera (Foto: Giovanni Cristofoli/Divulgação)

Diversidade de flores, frutos e legumes, e aumento gradativo das temperaturas durante o dia. Essa é a combinação da primavera, estação que começou na manhã desta quinta-feira (22) em todo o Hemisfério Sul.

Para marcar o começo da estação, oG1 RS conversou com uma nutricionista para saber quais são as frutas e os vegetais mais indicados para serem consumidos nesta época do ano por quem mora no Rio Grande do Sul.

"A própria natureza nos fornecer a cada estação o que mais precisamos durante aquele período. As frutas e legumes da primavera são mais ricos em líquido, se preparando para o verão. Os alimentos de outras estações são mais ricos em carboidratos", explicou Carla Haas Piovesan, que é doutora em Medicina e Ciências da Saúde.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica o consumo mínimo de 400g de frutas e verduras por dia. Conforme as orientações da nutricionista, abaixo estão opções para serem consumidos ao longo da estação, e que podem ser encontrados por preços mais baixos, além de estarem mais frescas.

Veja cinco frutas para a primavera:

Jabuticabas (Foto: Eliete Marques/G1)

Jabuticaba - a pigmentação bem escura torna a fruta rica em antocianina que, entre uma série de benefícios, combate doenças cardiovasculares e o câncer. A casca possui altos índices dessa substância, por isso a dica da nutricionista é consumir o fruto completo. Muitas pessoas cultivam jabuticabeiras em pátios de casa, livre do uso de agrotóxicos, o que melhora a qualidade da fruta. A jabuticaba também apresenta cálcio, potássio e magnésio.


Mamão (Foto: Reprodução/TV Tapajós)

Mamão - tem uma grande quantidade de enzimas digestivas, que colaboram no funcionamento do trato gastrointestinal. Ajuda tanto na digestão como na saúde do intestino. A fruta é rica em vitaminas e fibras. As sementes contidas no mamão contam com propriedades desintoxicantes, que podem melhorar o funcionamento do fígado. Elas também podem auxiliar o corpo a se livrar de vermes intestinais. Durante a primavera, o mamão tende a ficar mais docinho.

Ameixas (Foto: Rodrigo Maia/G1)

Ameixa - além de conter uma alta quantidade de líquidos, ela é rica em antioxidantes. Eles trabalham no combate do envelhecimento precoce das células da pele. Tem vitamina A, B2, B3, B6, C e K. Pode incluir potássio, flúor, fósforo e até zinco à dieta. Assim como a jabuticaba, a nutricionista recomenda consumir a fruta com casca, desde que bem lavada. A ameixa também se encontra na versão seca, que pode auxliar na perda de peso.


Pêssegos (Foto: Reprodução/RPC)

Pêssego - as propriedades contribuem na prevenção do câncer. A fruta também ajuda na saúde da pele e do intestino. Por conter bastante líquido, colabora na hidratação do corpo, essencial para os dias quentes que se aproximam. Também pode ajudar no controle do diabetes e da obesidade. O pêssego é outra fruta que a nutricionista indica consumir com casca, em função na quantidade de fibras e minerais. É rico em vitamina A e C, além de apresentar outras vitaminas, como K e E.

Abacaxi (Foto: Divulgação/UFT)

Abacaxi - contém vitamina C que ajuda a melhorar a digestão e regular a diurese do organismo. Vale chamar a atenção, pois a vitamina C não é armazenada pelo corpo, então é preciso consumi-la regularmente, diz a nutricionista. Também tem fósforo, cálcio, ferro, zinco e magnésio, esse que ajuda no fortalecimento dos ossos. Por ser uma das frutas mais cultivadas no litoral gaúcho, o abacaxi pode ser adquirado no estado por um valor a quilo mais baixo. O consumo da fruta também estimula o comércio local.

Confira três legumes para a estação:

Abobrinhas (Foto: Reprodução /TV Tem)

Abobrinha - rica em antioxidante, ela promove, de modo geral, a saúde de todas as células do corpo. Tem uma série de fibras que ajudam tanto na digestão quanto no funcionamento do intestino. A nutricionista ressalta a capacidade da abobrinha em dar saciedade, o que é bom para que busca emagrecer. Outra dica é usar o alimento de modo criativo para adaptar receitas tradicionais. A casca da abobrinha pode ser usada na base de mini-pizzas ou, se cortada bem fina, pode até virar um espaguete.

Chuchus (Foto: Reprodução/RPC TV Maringá)

Chuchu - pode servir de base para muitas receitas. A dica da nutricionista é usá-lo para fazer massas de bolos e refogados, além de servir para acompanhar temperos. É um alimento bastante versátil, combinando com diversos outros ingredientes. Possui poucas calorias, não contém colesterol nem gorduras saturadas. Ele também é rico em fibras, o que dá saciedade. É uma excelente fonte principalmente de vitamina C, que colabora na prevenção dos danos causados às células.

Folhas de espinafre (Foto: Divulgação/G1 )

Espinafre - é um vegetal de cor verde escura importante para a saúde dos ossos, uma vez que é rico em ácido fólico. Possui pelo menos três vitaminas: A, C e K. É uma folha leve, mas contém cálcio e ferro. Entre os benefícios de consumir espinafre estão: melhora na digestão, ajuda na prevenção da constipação e colabora para manter os níveis de açúcar baixos no sangue. Por ter poucas calorias, é considerado um bom alimento para quem busca perder peso.

A partir das sugestões da nutricionista, o G1conversou com o chef Giovanni Cristofoli, que elaborou uma receita para o começo da primavera. Confira os ingredientes e o passo a passo:

Rolinho de abobrinha com pesto de espinafres
(Foto: Giovanni Cristofoli/Divulgação)

Rolinho de abobrinha com pesto de espinafres

Para o rolinho:
- 1 undidade de abobrinha italiana (+/-400g)
- 1 pitada de sal
- 1 pitadada de pimenta do reino
- 1 colher de azeite de oliva

Para o pesto:
- 1 molho de espinafre
- 100 g de queijo parmesão
- 1 dente de alho
- 100 g de castanhas do pará
- 200 ml de azeite de oliva

Bacon caramelizado:
- 100 g de bacon
- 50 g de açúcar

Modo de preparo:
Cortar horizontalmente a abobrinha em fatias de meio centímetro e temperar com sal e pimenta. Aquecer uma frigideira com azeite e dispor as abobrinhas de modo que não se sobreponham. Doure os dois lados e reserve-as.

Para o pesto, ferva a água é adicione as folhas do espinafre, aguardando 2 minutos. Neste meio tempo, reserve um recipiente com água fria para colocar as folhas após os 2 minutos.
Misture todos os ingredientes no liquidificador, adicionando as castanhas por último.

Para o bacon, pique ele em pequenos cubos e frite-os. Adicione o açúcar e espere caramelizar. Em seguida, monte uma camada de abobrinha, pesto e bacon e enrole as pontas da abobrinha por cima, prendendo com um palito.

Comentários

Postagens mais visitadas