Que tal uma ceia sustentável e realmente carregada com espírito de Natal?


· Prefira ingredientes locais: estimule a agricultura e a economia locais, que não precisam ser deslocados por grandes distâncias.

· Opte por alimentos caseiros: diga não aos industrializados, cheios de aditivos químicos que fazem mal à saúde e que demandam gasto excessivo de energia elétrica, combustível, etc.

· Priorize os alimentos orgânicos: fortaleça os agricultores que não utilizam agrotóxicos, não envenenam o solo, o agricultor, o consumidor final, a água, os animais, o Planeta.

A cozinha brasileira é rica em saberes e sabores, mas as festas de fim de ano são carregadas de tradições estrangeiras, não compatíveis com o nosso clima. Que tal ceias mais saudáveis, com sabor de frutas frescas, saladas e doces caseiros?

O IDEC Instituto de Defesa do Consumidor tem a relação das feiras orgânicas de todo o Brasil. Você encontra frutas, verduras, legumes, açúcar, cacau em pó, azeite, laticínios, sucos, café, cerveja, vinho, pães, bolos e tortas, molhos, compotas e pode até encomendar carnes e frangos caipiras, criados soltos e livres de promotores de crescimento.

Em tempo: hormônios são proibidos no Brasil, então nenhum frango seja de que marca for tem hormônios, e sim antibióticos e rações transgênicas, além do sofrimento dos animais criados em cubículos e sem higiene.

· Evite desperdícios: Ceia de Natal é o momento de união das famílias, de aconchego, de carinho, de relembrar a infância e as pessoas.

Em primeiro lugar planeje sua ceia de acordo com o gosto dos convidados, o que eles gostam? O que eles podem comer? Qual a quantidade realmente necessária?

Em seguida liste tudo o que precisa comprar e as quantidades necessárias. Evite desperdícios, o tempo de abundância ser sinônimo de mesa farta já passou, hoje ser consciente é elegante, ofereça uma mesa saudável e com a comida suficiente para aquela refeição e não para a semana inteira.

· Como tratar os resíduos após a festa? Nunca, nunca, nunca utilize produtos descartáveis, além de deselegantes para sua produção utilizam água, energia, matérias primas diversas, combustível e produzem poluição no transporte. Para reciclar precisam ser lavados e transportados à unidade de reciclagem.

Sobrou comida? Ofereça ao seu porteiro uma ceia gostosa, é ele que cuida da segurança de sua casa e de sua família. Se ainda assim tiver sobra transforme em farofa, arroz de forno, bolinho, reaproveite, invente novas receitas.

Recicle caixas, plásticos, fitas, papéis, garrafas, etc.

A água é nossa grande preocupação, então ao lavar a louça coloque tudo de molho dentro da pia com detergente. Se usar guardanapo de papel aproveite e retire o excesso de sujeira dos pratos, travessas e panelas.

Nadia Cozzi
Culinarista, Blogueira, Escritora e Consultora da Consciência na Alimentação



Comentários

Postagens mais visitadas