Hambúrguer caseiro: siga as dicas e aprenda a preparar



Um delicioso hambúrguer caseiro é uma das refeições mais saborosas e econômicas que existem. Aprenda a prepará-lo:
Publicado em 18/08/2009. Renato Parada / Edição: MdeMulher
Fonte: Site Vida Simples





Hambúrguer: um prato que se tornará um de seus prediletos

Foto: Getty Images

Sejamos francos: a impressão que a maioria das pessoas tem do hambúrguer não é das melhores.
Assim como as salsichas, preferimos nem saber do que é feito. O hambúrguer que conhecemos do supermercado tem pedaços de carne que não sabemos qual é. É um mistério cheio de temperos, conservantes e estabilizantes, que o deixam durar intermináveis meses no freezer. Isso faz com que a carne passe longe de ter seu sabor e aspecto naturais. Não passa de uma imitação de comida. Por esses motivos, poucas pessoas sabem o quanto um hambúrguer – o verdadeiro – pode ser um prato delicioso e de qualidade. E o melhor: é extremamente simples, fácil, rápido e barato. A maior prova disso é mostrar como qualquer pessoa pode preparar um bom hambúrguer em casa. E se impressionar muito com o resultado.

Foi lendo uma entrevista sobre a paixão pelo hambúrguer que o chef inglês Gordom Ramsay encontrou uma dica que nunca havia testado – e o maior segredo de um hambúrguer perfeito. “Segundo Ramsay, tudo aquilo que você não faz com um corte nobre de carne, como filé mignon, não deve ser feito com um hambúrguer. É a mesma opinião de um dos maiores especialistas de carne no Brasi”, explicou.

Como fazer um hambúrguer perfeito. Um prato que se tornará um de seus prediletos.


O pão
Quanto mais fresco estiver o pão, melhor. O importante é tostá-lo aberto ao meio em uma frigideira antiaderente. Pode ser sem nada ou com um pouco de manteiga. Além de deixar o pão quente e com uma casca crocante, o importante de tostar é para selá-lo.


A carne
A escolha da carne é pessoal. Os hambúrgueres gourmet são feitos de carnes nobres, como picanha, filé mignon e fraldinha, mas nada impede que façamos com patinho, paleta e coxão duro. Qualquer carne pode ficar deliciosa. O segredo é o cuidado com ela. Escolhida a carne, o próximo passo é pedir para seu açougueiro limpála totalmente. Separar toda a gordura e retirar principalmente os nervos, que endurecem quando levados ao fogo, diferentemente da gordura, que derrete e impregna o corte com seu sabor. Com o corte da carne limpa, leve o pedaço inteiro para casa. Nem pense em moer. Ao moer a carne, você está destruindo toda a sua fibra. A melhor maneira de fazer isso é picá-la na ponta da faca. Moer a carne seria, então, destruir todos esses pequenos gomos. Quem não é um especialista em facas pode usar um multiprocessador de alimentos.


A gordura.
Ela é importantíssima. Sem ela, não há sabor nem suculência na carne. De modo geral, a quantidade de gordura que se deve usar é de 10 a 20% do total da carne. Por isso, deve-se comprar a carne limpa, pois em um pedaço inteiro não conseguimos saber a quantidade de gordura que estamos levando. Assim, se for fazer 1 kg de hambúrguer, deve-se usar 850 g de carne e 150 g de gordura. A gordura pode ser moída e deve-se misturá-la bem antes de moldar o hambúrguer, que é feito simplesmente fazendo bolas de carne e amassando-as até dar o tamanho e a altura desejados. O importante é que seja alto para ser possível deixar a carne ao ponto.


O tempero
Devemos temperar o hambúrguer apenas com sal, em ambos os lados e momentos antes de levá-lo ao fogo. Para guardar os hambúrgueres congelados, nunca os tempere.


O ponto da carne
Com o hambúrguer pronto e temperado, chegou a hora de levá-lo ao fogo. Apenas um fio de óleo numa frigideira antiaderente bem quente é o suficiente. A importância de fazer o hambúrguer alto é poder deixar bem grelhado por fora e ao ponto por dentro, isto é, rosado. Com o hambúrguer na frigideira bem quente, toque o mínimo possível e vire apenas uma vez. Isso para manter o suco interno na carne. O tempo vai variar com o tamanho do hambúrguer e a potência do fogo. Só fazendo para ir pegando o ponto certo. E não se preocupe com a liga. A própria carne tem essa capacidade.


Acompanhamentos
O bom do hambúrguer é que ele não tem regras. E isso serve para todos os acompanhantes que você queira colocar. Desde os queijos, a salada e qualquer outro ingrediente que você imagina ficar bom. Essa é a diversão do hambúrguer, seu charme. Os queijos mais tradicionais são cheddar, mussarela e parmesão. A dica para derreter o queijo bem rápido, sem deixá-lo ao fogo muito tempo e esturricar a carne, é jogar um pouco de água na frigideira e tampar na sequência. O calor liberado pelo vapor sobe e logo o queijo se derrete. Um segredo usado pelos chapeiros de lanchonete.

Comentários

  1. Ai Jesus! Pq nao pode temperar? Eu faço e tempero com sal antes de congelar. Estraga?

    ResponderExcluir
  2. Oi Gil calma, é que quando vc tempera a carne perde a água e se congelar todo o tempero fica mais forte. Eu pessoalmente tempero a carne moída antes, mas também nunca me preocupei em fazer um hamburguer tão especial assim, rs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas